//
você está lendo...
Infância

Homenagem de uma criança grande!

Quando alguém lhe pergunta qual é a sua melhor recordação do seu tempo de criança qual a primeira coisa que lhe vêm à cabeça?

São inúmeras opções mesmo, comecei a relembrar aqui e em poucos minutos já me vieram à cabeça uma pancada de nomes que vale a pena gastar um pouquinho de espaço neste post para citá-los:

Os desenhos:

ThunderCats, He-Man, Popeye, Smurfs, Cavalo de Fogo, Doug Funnie, As aventuras de Tim Tim e A Pantera cor-de-rosa.

As brincadeiras:

Bola de gude, Pular corda ou elástico, pedra, papel e tesoura, brincadeira do copo, andar de patins, velotrol e bambolê.

As séries de TV:

Punk A Levada da Breca, Alf o “Etemoso”, Chaves e Anos Incríveis.

Os programas de TV:

Tv Colosso, “Xou” da XUXA e Show do Mallandro da Rede Globo, Glub Glub, Ra Tim Bum e X-Tudo, da TV Cultura.

Acho que já citei o suficiente para dizer que me lembro de muita coisa e para não ser injusto com ninguém também. Mas eu vou esperar por comentários dizendo “Lobato você esqueceu de mencionar tal desenho, tal brincadeira, tal série” … cof cof cof! Eu sei que tem muita coisa gente!

Bom, alguns podem responder Balão Mágico, outros a novelinha Carrossel do SBT, alguns lembram do Bozo, as meninas irão dizer Xuxa e as suas Paquitas – pois nessa época não havia uma garota que não sonhasse em ser uma paquita –, outros diriam ainda os jogos do vídeo-game Atari.

Eu, particularmente, responda a essa pergunta com uma facilidade tremenda. O que marcou minha infância de forma incrível foi mesmo as séries japonesas com os extraordinários heróis de metal ou, como são chamados hoje, os “Metal Heroes” e esta é minha homenagem pessoal à essas séries de TV que fizeram as crianças do mundo todo se apaixonarem.

Alguém aí se lembra dos nomes? Será que as fotos que coloquei no início do post ajudam um pouco? [risos]

Vamos lá, listando todos os que aparecem no álbum:

Black Kamen Rider – Black Kamen Rider

Changeman – Esquadrão Relâmpago Changeman

CyberCops – Os Policiais do Futuro

Flashman – Comando Estelar Flashman

Jaspion – O Fantástico Jaspion

Jiban – O Policial de Aço

Jiraya – Ninja Jiraya

Kamen Rider Black RX – O Filho do Sol

Sharivan – Detetive Espacial Sharivan

Winspector – Esquadrão Especial Winspector

Dessa lista é claro que alguns fizeram mais sucesso que outros e também, com o sucesso dessas séries, as produtoras lançaram na época uma verdadeira enxurrada de novas séries quase que “control+c ” “control+v” umas das outras. Eu listei aqui apenas as que fizeram mais sucesso e que eu particularmente, mais uma vez, adorava assistir. Mas gosto de ser democrático aqui, então, se você sentiu falta de algum nome, denuncie! Ops… comente! [risos]

Os meus preferidos são Jaspion e Black Kamen Rider. Não preciso dizer que tenho todos os episódios dessas séries no meu acervo pessoal né galera? Bom, a boa notícia para os fãs de verdade dessas séries é que basta me enviar um e-mail pedindo alguma série e passo tudo sem custos e sem burocracia. Entretanto, se você vasculhar um pouco pela Net encontra fácil sites para fazer download de todas as séries.

Ahhh você quer apenas relembrar uma coisa ou outra? No YouTube você encontra trechos de episódios, abertura das séries, capítulos finais etc. Eu dei uma fuçada antes de escrever este post e achei um making of do Jaspion!! Que demais gente! Vou colocar alguns vídeos no final deste post.

Gostaria de deixar registrado o quanto essas séries influenciaram minha infância e o quanto influenciam na minha vida até hoje. Valores como fraternidade, igualdade, moral, honestidade, família, honra, tudo isso era muito bem valorizado e explorado por essas séries.

Em parte, esse conjunto de valores se deve à tradicional cultura japonesa e da rígida educação dada às crianças daquela época. Não que hoje isso tenha mudado, mas acredito que tenha pelo menos enfraquecido um pouco.

Mas é claro, isso é uma recordação de criança, vou deixar a análise de lado e me limitar apenas em me recordar desses bons tempos.

Lembro-me de voltar da escola esbaforido, lançar minha mochila do corredor para o meu quarto, ir correndo ligar a televisão e sintonizar no canal da TV Manchete. Minha mãe insistia em gritar pra mim:

“Fabinho, vá comer alguma coisa antes de sentar aí na frente dessa TV!”
“Antes de ligar a TV tire esse uniforme da escola!”
“Não quero saber de mochila jogada na sala!”

Tadinha da minha mãe, gritava inutilmente pra mim![risos] Eu estava completamente desligado do mundo real, só conseguia enxergar a TV na minha frente e mais nada. Assistia sem piscar nem pestanejar cada episódio, desde a música de abertura até a última letrinha em japonês do final e remoía-me por dentro quando a trama era dividida em partes e tinha continuação…só no outro dia!!! [risos] Não conseguia nem dormir direito!

Ninguém podia se quer passar em frente à TV. Eu brigava com qualquer um que tentasse mudar o canal. [risos] Nós tínhamos apenas uma TV em casa, às vezes minha irmã tentava argumentar comigo para assistir outra coisa e quem disse que eu deixava? [risos]

Eu nunca fui uma criança egoísta, sério mesmo, mas naquele momento não importava mais nada pra mim, eu realmente era um fanático por essas séries.

Outra coisa que acho interessante colocar aqui também é que eu protagonizava os meus heróis preferidos em episódios criados pela minha intensa imaginação… Como era isso? Nossa eu jamais deixei minha mãe falar sobre isso com ninguém, mas agora vou falar disso exclusivamente aqui, no meu blog – sorte minha que pouca gente lê essas coisas [risos].

Bem, depois de assistir os episódios dos meus heróis favoritos eu ia “brincar” num terreno baldio que ficava em frente a minha casa.

Lá eu me transformava em algum herói e recriava tudo o que tinha acabado de assistir ou mesmo bolava um episódio “bônus” com uma certa dose de criatividade. Tive algumas espadas de plástico que imitavam as espadas “originais” dos meus heróis mas a que mais usei nessas brincadeiras foi uma que eu mesmo fiz, de bambu.

O lance engraçado era que eu fazia os sons e “efeitos especiais” dos heróis e dos vilões!!!

HAHAHAHAHA!

Imaginem isso? Mas gente, o terreno baldio em frente a minha casa era perfeito pra isso! Tinha uns montes de pedra e areia onde eu subia e descia, pulava, chutava, dava socos … hahahaha

Havia um bar do outro lado da rua e meu pai era amigo do dono. Todo a vez que meu pai ia até o bar o “Seu Dionísio” falava pra ele:

“Fábio, eu vejo seu filho lutando, se esforçando pra matar os monstros, dando golpes fatais e eu fico com vontade de ajudar ele, eu quero ajudar ele, mas eu não vejo ninguém lá!!!” kkkkkk

Poutz, esse relato com certeza vai lavar a alma da minha mãe que se arrepende até hoje de não ter gravado esses momentos de total loucura do seu filho. [risos]

Por isso essas séries marcaram tanto minha infância. Além disso, era algo extremamente inocente, sem nenhum prejuízo a formação de uma criança, pelo contrário, acredito que trazia muitos benefícios.

Bem diferente de você assistir às séries ou desenhos de hoje em dia, onde assuntos como relacionamento, namoro, intrigas são mais explorados.

Sim, antes de ser apedrejado aqui, devo dizer que há uma tendência natural de olharmos para o passado com um toque de romantismo e de imaginar que “na minha época era diferente”. Não conheço tão bem os desenhos de hoje em dia, as séries ou programas de TV para crianças etc., com certeza deve haver algum que se salve.

Levei quase duas semanas pra escrever este texto por quê entre uma pesquisa e outra, eu parava para assistir algum episódio das minhas séries favoritas. Ahhh nada melhor do que ser criança não é mesmo? E assistindo à essas séries eu posso ter um pouco dessa sensação de volta.

Está feita a minha homenagem às grande Séries Japonesas, aos meus eternos heróis.

E agora se me dão licença, acabei de descobrir um terreno baldio à duas quadras de casa e eu preciso ir lá matar um monstro enorme que cospe fogo e solta raios pelos olhos… então, encontro vocês no próximo post…
se eu sobreviver é claro! [risos]

Torçam por mim, Abraços à todos!

Sobre drlobato

Um profissional da área da informática, entusiasta da música sob qualquer forma, amante da vida e das coisas simples.

Discussão

2 comentários sobre “Homenagem de uma criança grande!

  1. Fala Fábio, beleza? Quando você disse que tem todos os episódios, não sei se estava se referindo apenas ao Jaspion e Black Kamen Rider ou a todos eles, mas se quiser, eu tenho aqui Changeman, Flashman, Jiban e Jirayia. Todos completos. Fugindo um pouco do segmento, tenho também Caverna do Dragão e Pica-pau, também completos. E tenho também alguns episódios isolados de Chaves, Chapolin e Spectreman.

    Abraços,
    Alexandre

    Publicado por Alexandre | novembro 16, 2010, 01:29
  2. Alexandre, eu estava me referindo apenas ao Jaspion e Kamen Rider. Mas cara, com certeza eu vou querer outros! rs Vamos ver como faremos essa barganha aí.
    Abraços e agradeço pela visita aqui. Valeu!

    Publicado por drlobato | novembro 16, 2010, 01:38

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: